Artigo

"A Bela e o Monstro" vai ter primeira cena gay da história da Disney

Uma das personagens principais da nova versão do clássico da animação vai trazer o primeiro "momento exclusivamente gay" da Disney.

A estreia da versão em imagem real de "A Bela e o Monstro" a 16 de março vai fazer história: será a primeira vez que um filme da Disney vai ter um "momento exclusivamente gay".

A revelação é do realizador Bill Condon numa entrevista exclusiva à Attitude Magazine.

Essa parte do enredo vai ser sobre a relação entre LeFou (interpretado por Josh Gad) e Gaston (Luke Evans).

É que ao mesmo tempo que Gaston quer conquistar Belle (Emma Watson), o seu fiel escudeiro vive uma luta interna.

"Ele está confuso sobre o que quer", esclareceu Condon.

"Trata-se de alguém que está a começar a descobrir que tem estes sentimentos. E Josh faz algo realmente subtil e delicioso com isso. E é isso que tem a sua compensação no final, que não vou revelar. Mas é um momento exclusivamente gay bonito num filme da Disney", acrescentou.

"O estúdio está a enviar uma mensagem de que isto é normal e natural – e esta é uma mensagem que será ouvida em todos os países do mundo, mesmo aqueles em que ainda é socialmente inaceitável ou mesmo ilegal ser gay", concluiu o cineasta.

Trailer.

Comentários