Artigo

A portuguesa que pisou a passadeira vermelha dos Óscares

A edição de 2013 da cerimónia de entrega dos Óscares ficará para sempre na memória da adolescente Ana Sofia, de 16 anos, que realizou o seu desejo graças à Fundação Make-A-Wish: ir a Los Angeles assistir os Óscares.

Na noite de 24 de fevereiro, a jovem Ana Sofia, de 16 anos, teve lugar marcado nas bancadas da passadeira vermelha da cerimónia dos prémios da Academia e assistiu ao espetáculo a partir de uma festa exclusiva no El Capitan Theatre em Los Angeles, onde teve direito a tratamento especial com surpresas e presentes proporcionados pela Academia de Artes e Ciência Cinematográficas.

Ana Sofia tem uma doença elegivel pela fundação Make-A-Wish, que em parceria com a Academia e através do programa Oscar Fan Experience, tornou possível à jovem viajar até Los Angeles para realizar o seu maior desejo: assistir à grande noite dos Óscares ao vivo.

«Parece tudo surreal!», confessou Ana Sofia na sua festa de aniversário, na noite dos Óscares. Por outro lado, os pais, visivelmente emocionados com a experiência da filha, esperam que este seja um momento de esperança para o seu processo de cura: «Esperamos que esta experiência traga força e esperança à nossa filha. Ela é uma menina muito corajosa, mas nesta altura precisa de força extra».

A Make-A-Wish Portugal é a afiliada portuguesa da Make-A-Wish Internacional e tem como missão realizar os desejos de crianças e jovens, dos três aos 18 anos, que sofrem de doenças que colocam as suas vidas em risco, partindo do princípio que, para uma criança doente, ver o seu desejo realizar-se significa que nada é impossível, significando a recuperação da esperança e a força para continuar a lutar.

Comentários