Artigo

Academia escolhe nove pré-candidatos ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro

«O Grande Mestre» e «A Caça» são dois dos nove filmes que a Academia esclheu para a pré-nomeação ao Óscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira. Portugal, que selecionou «Linhas de Wellington» para a competição, ficou fora da corrida.

Nada menos que 76 filmes de outros tantos países foram este ano propostos à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood para o Óscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira. O comité do respetivo ramo escolheu nove pré-nomeados ao troféu, que serão depois reduzidos aos cinco finais e anunciados em conjunto com as restantes categorias no dia 16 de janeiro de 2014.

Os nove candidatos à pré-nomeação são, por ordem alfabética dos países que os nomearam:
Alemanha: «Zwei Leben», de Georg Maas
Bélgica: «The Broken Circle Breakdown», de Felix van Groeningen
Bósnia-Herzegovina: «An Episode in the Life of an Iron Picker», de Danis Tanovic
Camboja: «The Missing Picture», de Rithy Panh
Dinamarca: «A Caça», de Thomas Vinterberg
Hong Kong: «O Grande Mestre», de Wong Kar-wai
Hungria: «The Notebook», de Janos Szasz
Itália: «La Grande Bellezza», de Paolo Sorrentino
Palestina: «Omar», de Hany Abu-Assad

Entre nós, já estrearam «O Grande Mestre» e «A Caça», estando a chegada às salas de «La Grande Bellezza» prevista para 20 de fevereiro.

Cada país escolheu um filme para submeter à aprovação da Academia, que terá obrigatoriamente de ter estreado em sala entre 1 de outubro de 2012 e 30 de setembro de 2013, e ser maioritariamente falado no idioma da respetiva nação.

A ausência mais notada na corrida é «O Passado», o novo filme do iraniano Asghar Farhadi, oscarizado há dois anos com «Uma Separação», que muitos consideram como um dos dois ou três favoritos à vitória final. Portugal, que tinha nomeado «Linhas de Wellington», viu-se outra vez fora da corrida.

Como o muito elogiado «A Vida de Adèle: Capítulos 1 e 2» só estreou em França em outubro de 2013, não pode ser nomeado pelo hexágono a este prémio, dando lugar à entrada de «Renoir», que não chegou aos nove escolhidos. Porém, tendo em conta o percurso internacional, é possível que o filme de Abdellatif Kechiche esteja presente nos Óscares, nomeadamnete na categoria de Melhor Atriz, para Adèle Exarchopoulous.

A cerimónia de entrega dos Óscares decorre em Los Angeles a 2 de março de 2014.

Comentários