Artigo

Afinal havia outro: Vin Diesel não foi a primeira escolha para "Velocidade Furiosa"

O produtor da saga revelou qual o conhecido ator que recusou ser Dominic Toretto.

Vin Diesel construiu a sua carreira graças a "Velocidade Furiosa" (2001), mas primeiro foi preciso outro ator conhecido recusar o seu papel no filme.

Esta quarta-feira, o produtor Neil H. Moritz revelou no "The Bill Simmons Podcast" que Timothy Olyphant não quis ser Dominic Toretto.

"Tinha trabalhado com Paul Walker noutro filme, 'Sociedade Secreta', e dei-lhe o argumento. Também ao Rob Cohen [o realizador], com quem tinha feito [o telefilme] 'The Rat Pack'. Os dois gostaram da ideia. E então tivemos de procurar o Dom Toretto. O estúdio disse 'Se conseguires o Timothy Olyphant para interpretar esse papel, damos luz verde ao filme...", recordou.

A preferência revela que o estúdio não tinha grandes expectativas para "Velocidade Furiosa".

Por volta de 2000, Timothy Olyphant tornara-se notado pelos papéis de vilão em "Gritos 2" (1997) e principalmente em "Go - A Vida Começa às 3 da Manhã" (1999), mas não era uma estrela; só alguns anos mais tarde chegaram a série "Deadwood" e filmes como "Surpresas da Vida" (2006), "Die Hard 4.0 - Viver ou Morrer" e "Hitman - Agente 47" (2007).

"A maior sorte que alguma vez nos aconteceu foi Tim Olyphant dizer não. Ele é um grande ator. De facto, estou curioso por ver o que o filme teria sido", acrescentou Neil H. Moritz.

Perante a resposta, o produtor sugeriu Diesel, que se tinha feito notar com papéis secundários em "O Resgate do Soldado Ryan" (1998) e "Dinheiro Quente" (2000), e que, aos 32 anos, acabara de ter um pequeno sucesso surpreendente com "Eclipse Mortal" (2000).

"Fui ter com ele a um restaurante e ainda não era uma estrela, mas a coisa especial sobre o Vin é que ele sempre acreditou que era uma estrela. E eu fui para ali a pensar que ele vinha ter comigo a querer o papel e eu é que acabei por estar ali a ter de o convencer a aceitar! Para sorte de ambos, isso aconteceu. E depois começámos a fazer o filme", concluiu.

Comentários