Artigo

Atores e realizador de «Planeta dos Macacos» elogiam os macacos mais reais do cinema

Em «Planeta dos Macacos: A Revolta», o realismo dos efeitos visuais faz o público acreditar que no ecrã estão macacos reais. Gary Oldman e Keri Russell e o realizador Matt Reeves comprovam: neste filme ninguém se vai lembrar de efeitos especiais.



Em Londres, o SAPO Cinema sentou-se com Gary Oldman e Keri Russell, dois dos atores que interpretam personagens humanos no novo filme da saga «Planeta dos Macacos», e com o realizador Matt Reeves, responsável por «Nome de Código: Cloverfield», «Deixa-me Entrar» e agora «Planeta dos Macacos: A Revolta».

«Aumentar a ilusão de realidade permite que a audiência se relacione a um nível emocional mais profundo», explica Reeves acrescentando que «ainda que o filme esteja carregado de espectáculo, no fim do dia é uma história muito íntima e emotiva».

Para os atores, contracenar com Andy Serkis e o seu aparato de «performance capture» podia ser uma tarefa difícil mas Gary Oldman e Keri Russell explicam que foi exatamente o oposto: «muito rapidamente, em cinco minutos, estamos com o Andy. Estamos apenas a interpretar uma cena com outro ator que, ainda por cima, é muito bom», disse Russell.

«Planeta dos Macacos: A Revolta» está ainda a começar a sua carreira nos cinemas por todo o mundo mas a saga tem já um terceiro filme confirmado, ao qual regressará o realizador Matt Reeves. O cineasta diz que, eventualmente a saga vai chegar ao ponto em que o filme original de 1968 estava mas que ainda há um caminho longo para percorrer antes de lá chegar.


Veja também a entrevista a Andy Serkis.


O SAPO Cinema viajou a convite da Big Picture Films.

Comentários