Artigo

“Blade Runner 2049” em primeiro lugar nas bilheteiras… mas muito abaixo das expectativas

Apesar de ter estreado na primeira posição nas bilheteiras norte-americanas, “Blade Runner 2049” teve uma performance muito inferior à esperada pelos analistas.

Mesmo tendo sido recebido por uma quase unanimidade de críticas extraordinariamente positivas, “Blade Runner 2049”, a sequela do clássico “Blade Runner – Perigo Iminente”, que estreou 35 anos depois do original, teve um acolhimento de público muito inferior ao esperado pelo estúdio: o filme, mesmo tendo estreado em primeiro lugar nas bilheteiras, arrecadou cerca de 31 milhões de dólares no último fim-de-semana nos EUA, muito abaixo das previsões que o situavam entre os 45 e os 55 milhões.

Tendo em conta que o filme teve um orçamento de cerca de 150 milhões de dólares, torna-se difícil de crer que se consiga pagar só nas bilheteiras norte-americanas, apesar de se esperar que a força das opiniões positivas consiga evitar quedas abruptas nas próximas semanas.

No mercado internacional, contudo, “Blade Runner 2049” arrecadou mais 50 milhões de dólares, tendo estreado em primeiro lugar em 45 dos 63 países em que se abriu. Em Portugal, a fita também estreou no topo da tabela, com 27.281 espetadores.

Nos EUA, nenhuma das estreias da semana surpreendeu: o drama de sobrevivência “A Montanha Entre Nós”, com Kate Winslet e Idris Elba, abriu em segundo lugar com 10,1 milhões de dólares, e o filme animado “My Little Poney – A Magia dos Póneis”, estreou na quarta posição, com apenas 8,8 milhões de dólares.

O terceiro lugar foi mantido pelo filme de terror “It”, que arrecadou mais 9,65 milhões ultrapassando assim os 300 milhões de dólares de receita bruta.

Comentários