Artigo

Catherine Deneuve e Pedro Almodóvar vão receber prémios europeus de carreira

A atriz francesa Catherine Deneuve e o realizador espanhol Pedro Almodóvar vão receber troféus de carreira da Academia Europeia de Cinema, na 26ª gala dos Prémios do Cinema Europeu no final do ano, foi hoje anunciado.

Catherine Deneuve, de 69 anos, atriz de clássicos como «A Bela de Dia» (1967), de Luis Buñuel, e «Repulsa» (1965), de Roman Polanski, receberá um prémio honorário pelo seu trabalho em mais de 100 filmes, informou a Academia Europeia do Cinema no seu site.

«Seja como beleza misteriosa, como dona de casa burguesa ou vampira bissexual, Catherine Deneuve contribuiu com momentos inesquecíveis para o mundo do cinema», considerou a Academia.

Deneuve obteve o seu primeiro César, o principal prémio de cinema francês, em 1980 com «O Último Metro», de François Truffaut, e foi nomeada para um Óscar pelo seu papel em «Indochina» (1992), de Regis Wargnier.

Já o realizador espanhol, de 63 anos, receberá um prémio pela sua contribuição para a influência do cinema europeu no mundo. « Pedro Almodóvar ganhou praticamente todos os prémios que existem e os seus filmes tiveram um papel importante no modo como vemos não apenas a Espanha, mas também o cinema europeu», sublinha a Academia no seu comunicado.

Revelado a nível internacional com «Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos» (1988), realizou filmes como «Saltos Altos» (1991), «Ata-me» (1990), «Tudo Sobre a Minha Mãe» (1999), «Má Educação» (2004) ou «Voltar» (2006). Com «Fala com Ela» (2002), Almodóvar ganhou um Óscar para o Melhor Argumento Original.

Os Prémios do Cinema Europeu serão entregues em dezembro, em Berlim.

Comentários