Artigo

Cavaleiros Jedi autorizados a casar após pedido de miúdo de sete anos

Preocupado por um Cavaleiro Jedi não poder casar sem sucumbir ao Lado Negro da Força, um jovem fã escreveu a George Lucas pedindo-lhe que mudasse a regra.

Um miúdo de sete anos aspirante a Cavaleiro Jedi tornou-se uma sensação na internet após escrever uma carta a pedir a George Lucas para mudar o código que rege estes guardiões da «galáxia muito, muito distante».

Colin Gilpatric, que é autista, ficou preocupado ao descobrir que os Jedis não devem casar-se e criar família para não caírem no Lado Negro da Força.

Não querendo correr o risco de um dia se tornar um Sith, o fã e a sua mãe decidiram recorrer diretamente ao criador da saga «Star Wars».

«Não gosto que um Jedi não se possa casar. Quero casar sem tornar-me um Sith. Por favor, mude a regra. P.S.- Por favor, quero ir ao rancho Skywalker [local de trabalho de Lucas].»

A resposta chegou através da produtora, a Lucasfilm. Ainda que omitindo uma resposta sobre a visita, Colin recebeu uma série de prendas relacionadas com a saga que o deixaram muito contente e, mais importante, licença para casar.

«Ser um Jedi é conhecer verdadeiramente o valor da amizade, da compaixão e da lealdade, e esses são valores importantes num casamento. Os Sith pensam para dentro, apenas em si mesmos. Quando encontrares alguém com quem possas ligar-te de forma altruísta, então estás no caminho da luz e o lado escuro não vai tomar conta de ti. Com essa bondade no teu coração, podes casar-te.»

Comentários