Artigo

Charlie Brown e Snoopy renascem a três dimensões

«Peanuts», a imortal série de banda desenhada protagonizada por Charlie Brown e Snoopy, vai largar os traços bidimensionais do criador Charles Schulz e transformar-se numa longa-metragem de animação 3D. As primeiras imagens já foram divulgadas.

Criada em 1950 por Charles Schulz, «Peanuts» tornou-se uma das mais míticas BDs de sempre, símbolo não só de uma nova tendência para séries com uma dupla leitura adulta, cheia de preocupações filosóficas e psicanalíticas, como também de uma obra de imensa popularidade, traduzida numa interminável quantidade de produtos derivados, que tornariam o seu criador um dos homens mais ricos da América. Schulz manteve a série durante 50 anos, falecendo no dia anterior à publicação da última tira.

O criador garantiu a surpreendente e inesperada qualidade artística da transposição da BD à televisão, com uma série de telefilmes de grande sucesso realizados pelo também já falecido Bill Melendez. Agora serão os filhos do autor, Craig e Brian Schulz (em parceria com Cornelius Uliano), a garantirem o futuro das personagens como argumentistas de «Peanuts: Snoopy & Charlie Brown – O Filme», a película que marca a estreia dos heróis na animação por computador e a três dimensões.

A aposta é forte uma vez que o estúdio responsável é um dos mais prestigiados no campo das imagens digitais, a Blue Sky, que produz a saga «Idade do Gelo» e «Rio», e o cineasta aos comandos é Steve Martino, co-realizador de «Horton e o Mundo dos Quem» e «A Idade do Gelo 4: Deriva Continental». Ainda não há detalhes sobre a história nem sobre o elenco de vozes.

«Peanuts: Snoopy & Charlie Brown – O Filme» tem estreia internacional agendada para novembro de 2015.

Comentários