Artigo

Cinanima coloca curta-metragem portuguesa «Fuligem» na rota dos Óscares

O filme realizada por David Doutel e Vasco Sá é o primeiro português a vencer o festival, que já teve 38 edições.

O filme português «Fuligem», de David Doutel e Vasco Sá, venceu a 38.ª edição do Cinanima - Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho, que terminou no sábado.

A curta-metragem de 14 minutos destacou-se assim na competição internacional, disputada por 88 obras de 19 países, e venceu também o Prémio António Gaio, a que concorriam 11 fitas de realizadores portugueses com mais de 30 anos.

A distinção é tanto mais relevante porque é a primeira vez que um filme português ganha o festival e significa que será colocado na «short list» de candidatos ao Óscar na categoria em 2016, uma vez que o Cinanima é o único festival português considerado pela Academia: o vencedor entra automaticamente na categoria dos nomeáveis.

Em desenho 2D animado por computador, o filme relaciona o percurso de vida de um homem com um trajeto de comboio pelo interior do país, com o que os realizadores acrescentam mais um galardão aos que já obtiveram no Festival de Animação da Lousada e no Festival de Curtas-Metragens de Vila do Conde.

Comentários