Artigo

Cinema vai juntar Bradley Cooper e Beyoncé

O par irá protagonizar uma nova versão de «Nasceu Uma Estrela» que marcará ainda a estreia de Bradley Cooper na realização.

Bradley Cooper é a estrela em que a Warner Bros deposita esperanças para finalmente conseguir avançar com o musical «A Star is Born» com a cantora Beyoncé Knowles.

Há vários anos que o novo «A Star is Born» está em gestação. Robert Downey Jr., Will Smith, Tom Cruise, Christian Bale e, mais recentemente, Leonardo DiCaprio, foram algumas das estrelas que estiveram associadas, bem como vários realizadores, mas o mais próximo que esteve de avançar foi quando chamou a atenção de Clint Eastwood.

De acordo com o Deadline, o estúdio quer manter a lucrativa relação estabelecida com a estrela de «Sniper Americano» (Cooper foi um dos produtores) e está a negociar para que este faça a sua estreia na realização, com a expectativa que também seja o protagonista.

Quando o acordo se concretizar, a prioridade será voltar a contactar Beyoncé, que era a eleita quando a produção parecia bem encaminhada com Clint Eastwood.

O projeto conta a história de uma cantora anónima com o sonho de se tornar uma estrela que vê a sua vida transformar-se quando conhece um cantor famoso que lhe dá a oportunidade de mostrar o seu talento. O amor nasce entre os dois, mas a relação será prejudicada por estarem em fases diferentes de carreira: ela está em ascensão e ele entra em decadência e cai no alcoolismo.

Já existiram três versões cinematográficas: «Nasceu Uma Estrela» (1937), com Janet Gaynor e Fredric March, «Assim Nasce Uma Estrela» (54), com Judy Garland e James Mason, e novamente «Nasce Uma Estrela» (76) com Barbra Streisand e Kris Kristofferson. As duas primeiras são consideradas obras-primas.

Comentários