Artigo

"Coco": Novo filme da Pixar é carta de amor ao México

A nova animação da Pixar tem um elenco totalmente formado por vozes de atores latinos. A estreia está marcada para novembro.

"Coco", o filme original que a Pixar vai lançar nos cinemas este ano, poucos meses após a sequela "Carros 3", é descrito pelo realizador Lee Ulrich como uma "carta de amor" ao México.

Inspirado pelo "Día de los Muertos", um importante feriado mexicano que também já foi apresentado no início do último filme de James Bond, "Spectre" (2015), Gael García Bernal e Benjamin Bratt lideram o elenco de vozes totalmente formado por atores latinos.

A história parece ter os ingredientes para agradar tanto a miúdos como graúdos, como é habitual nas animações que saem do estúdio: o herói é Miguel, um rapaz de 12 anos que pretende ser músico e está obcecado pelo falecido guitarrista mexicano Ernesto de la Cruz.

As imagens do primeiro trailer mostram a magia que acontece quando entra no mausoléu e toca na guitarra do lendário artista.

O último filme de Lee Unkrich, que co- realiza "Coco" com o argumentista Adrian Molina, foi o oscarizado "Toy Story 3", já de 2010.

A estreia em Portugal será a 23 de novembro.

Trailer.

Comentários