Artigo

Danny Boyle confirma sequela de «Trainspotting»

Apesar de ter várias vezes negado interesse em fazer uma sequela a «Trainspotting», Danny Boyle mudou de ideias e revelou que pretende que o novo filme estreie em 2016, adaptado do romance «Porno», de Irvine Welsh.

Em 1996, Danny Boyle estreou a sua segunda longa-metragem, «Trainspotting», adaptada do romance homónimo de Irvine Welsh, que rapidamente se tornou um filme de culto e é hoje considerado uma das fitas mais icónicas das últimas duas décadas. Apesar do escritor ter publicado uma sequela a essa história em 2002, «Porno», Boyle sempre se mostrou renitente em vertê-la também para o grande ecrã por achá-la muito inferior ao primeiro livro.

A pressão popular tê-lo-á feito mudar de ideias e o realizador de « Quem Quer Ser Bilionário?» acaba de confirmar ao blogue «The Playlist», da «IndieWire», que está a trabalhar na fita. «A razão para fazê-lo novamente é o facto das pessoas adorarem o original. As pessoas lembram-se dele ou descobriram-no mais tarde por não terem ainda idade para o ver quando ele estreou. Por isso queremos ter a certeza de que não desapontamos ninguém».

Contrariando as suas declarações anteriores de rejeição da ideia de assinar uma sequela, Boyle afirmou agora que «sempre houve um plano a longo prazo para «Trainspotting 2». Caso o John [Hodge] consiga fazer um argumento bom o suficiente, acho que não haverá impedimento para que o Ewan [MGregor] e o resto do elenco regresse também. Acho que eles quererão garantir que os seus papéis são bons para não desapontarem ninguém».

Robert Carlyle, que interpretara Francis «Franco» Begbie, mostrou-se já entusiasmadíssimo com a ideia, mas Ewan McGregor, que encarnara o papel principal de Mark «Rents» Renton, ainda não se proncuniou publicamente sobre ela. McGregor era o ator-fetiche de Boyle, tendo protagonizado as suas três primeiras longas-metragens, «Pequenos Crimes Entre Amigos», «Trainspotting» e «Vidas Diferentes». A quarta, «A Praia», também era para ser encabeçada por ele, mas o ator saiu do projeto por desentendimentos com o cineasta, havendo rumores de que tal sucedeu porque a produção se ofereceu para aumentar o orçamento do filme caso Leonardo DiCaprio fosse o protagonista, o que veio efetivamente a suceder. Desde então, McGregor nunca mais trabalhou com Boyle.

«Porno» retoma a história das várias personagens de «Trainspotting» após os eventos do primeiro livro, desta vez com o negócio da pornografia como pano de fundo, embora com a heroína a continuar a ter alguma proeminência. Boyle tenciona estrear a sequela em 2016, quando se cumprirem 20 anos sobre a estreia do primeiro filme.

Comentários