Artigo

Escritor e cineasta Alberto Bevilacqua morreu aos 79 anos

O escritor e cineasta italiano Alberto Bevilacqua, autor de numerosos romances, poemas e filmes, morreu hoje em Roma, aos 79 anos, devido a problemas cardíacos pelos quais estava hospitalizado desde outubro, indicaram os media.

Nascido em Parma, em junho de 1934, publicou os seus primeiros poemas nos anos 1950 e escreveu depois romances, alguns dos quais transpôs, como argumentista e realizador, para o cinema, segundo a agência France Presse.

Entre os romances que escreveu encontram-se "La califfa", "La polvere sull'erba", "Il viaggio misterioso". Realizou igualmente em 1970 o filme "La califfa", a partir do seu romance, com a atriz Romy Schneider no papel principal.

Alberto Bevilacqua obteve vários galadões literários, entre os quais o prémio Strega, em 1968, pelo seu romance "L’occhio del gatto".

Comentários