Artigo

Estrelas de Hollywood declaram apoio à candidatura de Hillary Clinton

Sem esperar por outros candidatos do Partido Democrata, personalidades do mundo do cinema, TV, música e desporto começam a alinhar politicamente com a antiga secretária de estado.

Algumas horas após Hillary Clinton anunciar que lutará para se tornar a primeira mulher presidente dos EUA nas eleições de 2016, a sua candidatura já contava com o apoio de dezenas de estrelas de Hollywood.

Jennifer López, Scarlett Johansson, Jesse Tyler Ferguson, Lena Dunham, Uzo Aduba, Amy Poelher e muitos outros declararam no Twitter o seu entusiasmo pela decisão da ex-primeira-dama e ex-secretária de Estado.

López, de origem porto-riquenha, disse estar «muito contente» com a notícia. «Já é altura de termos uma mulher [presidente]». O mesmo declarou Johansson, que prevê eleições muito emocionantes.

A atriz América Ferrera, filha de pais hondurenhos, voltou a declarar aos quatro cantos a sua fidelidade a Hillary. «Acreditei nela no passado e acredito nela agora», afirmou nas redes sociais, junto a uma foto tirada em 2008, durante o ato de campanha para as primárias, vencidas por Barack Obama.

Aduba, uma das protagonistas mais carismáticas da comédia «Orange Is The New Black», só precisou de uma palavra para definir seu estado de ânimo: «Hillary», enquanto Ferguson, o Mitchell Pritchett de «Uma Família Muito Moderna», brincou com o anúncio da nova candidata: «Tenho um anúncio a fazer, não sou candidato a presidente. Mas #Hillary2016!, sim».

Amy Poehler arrancou risadas dos seus seguidores ao colocar um vídeo dela ao lado de Hillary em que as duas apareciam vestidas, penteadas e maquilhadas da mesma forma. A comediante, recorde-se, imitava a política no programa Saturday Night Live.

Entre os que até agora não se pronunciaram, mas manifestaram o seu apoio a Hillary no passado, estão o cineasta Steven Spielberg, a cantora Barbra Streisand e as estrelas George Clooney, Meryl Streep e Tom Hanks, cinco pesos pesados da indústria do cinema.

O presidente dos estúdios DreamWorks, Jeffrey Katzenberg, é outro dos ferrenhos defensores de Hillary. Em outubro, foi o anfitrião de um jantar em que ela arrecadou 2,1 milhões de dólares para a campanha democrata às legislativas de novembro.

O mundo da música também declarou apoio à pré-candidata presidencial. A veterana compositora Carole King disse claramente: «Eu me uno» à campanha, escreveu num post na sua conta no Twitter. Ariana Grande, a nova princesa do pop, também foi direta, com um «siiiim @hillaryclinton».

Por sua vez, a lenda do basquetebol Magic Johnson fez um comovente discurso nas redes sociais.

«Acho que @HillaryClinton será uma grande presidente para o povo americano e lutará para que cada um tenha a sua própria voz!», exclamou.

«@HillaryClinton lutará pelos pobres e pela classe média e apoiará os jovens», acrescentou o desportista.

Outro que quis expressar a sua posição foi o humorista e apresentador de televisão Conan O'Brien que, com sua ironia característica, assegurou que o anúncio da candidatura de Hillary Clinton o surpreendeu.

Comentários