Artigo

Estudante acusado de agressão sexual ao imitar «As Cinquenta Sombras de Grey»

Mohammad Hossain tem uma fiança de 500 mil dólares após a recriação das cenas sadomasoquistas do filme ter terminado em violação.

Um estudante de Chicago, norte dos EUA, foi acusado de agressão sexual depois de ter tentado imitar, segundo relatou, cenas sadomasoquistas do filme «As Cinquenta Sombras de Grey», informou a imprensa americana.

Mohammad Hossain, um estudante de engenharia de 19 anos, foi preso depois de um juiz do condado de Cook lhe impor uma fiança de 500.000 dólares.

O jovem foi encontrado no sábado no seu quarto na universidade de Illinois com uma jovem com quem «já tinha tido intimidade», segundo a acusação citada pelo jornal Chicago Tribune.

Com características similares às cenas do filme, de Sam Taylor-Johnson, Hossain atou com correntes as mãos e as pernas da jovem, tapou a sua boca com uma corda e os olhos com um gorro, antes de bater nela com um cinto e as mãos.

A jovem pediu que parasse porque estava a sentir dores, mas o jovem continuou a bater nela. Quando ela soltou os seus braços, o jovem conseguiu subjugá-la e agrediu-a sexualmente, segundo a acusação.

Quando Hossain foi interrogado, afirmou que estavam a repetir algumas cenas do filme e admitiu a agressão afirmando «ter feito algo mau».

Lançado nos EUA no dia dos namorados, o filme baseado num romance homónimo de E.L. James conta a história de amor e submissão entre o milionário Christian Grey e uma jovem estudante de 22 anos, ainda virgem, seduzida durante uma entrevista.

Apesar da esperarem um filme mais fiel à intensidade erótica do romance que conquistou milhões de leitores - sobretudo mulheres-, este lidera há duas semanas consecutivas o ranking das bilheteiras americanas, com um total de 130 milhões de dólares.

Comentários