Artigo

Eusébio: O mito carismático regressa em novo filme de homenagem

O documentário "Eusébio – História de uma Lenda" coloca o antigo futebolista a contar a sua história. A estreia nos cinemas está marcada para 23 de março.

O filme ‘Eusébio – História de uma Lenda’, a estrear nos cinemas a 23 de março, coloca o antigo futebolista a contar a sua história, algo que diferencia este documentário de todas as homenagens já feitas.

“É algo que projetámos juntos. A grande diferença é ele a contar a vida dele. É ele que segue o percurso da criança até conquistar o mundo”, assinalou o realizador Filipe Ascensão, sublinhando o carisma de Eusébio.

Com a estreia do documentário marcada para a próxima semana, três anos depois da morte de Eusébio, em 2014, vítima de paragem cardiorrespiratória, aos 71 anos, o filme sobre a vida do antigo jogador do Benfica foca a parte desportiva e um lado íntimo.

Eusébio é ele próprio o narrador da sua vida, nos muitos encontros que teve com o realizador Filipe Ascensão, naquele que era um projeto conjunto, mas que o ex-Bola de Ouro e um dos melhores futebolistas mundiais não viveu para ver.

“É ele que conta a vida dele. Uma pessoa tão grande, uma história tão grande, foi muito difícil escolher, teve que se fazer uma grande seleção”, revelou o realizador, explicando ter ficado impressionado com o carisma de Eusébio.

Filipe Ascensão espera que este filme possa demonstrar às pessoas que não viram Eusébio em campo, quem ele era, e que seja também “uma homenagem” à vida dele e “à memória que vai deixar”.

Esta terça-feira, na Casa das Seleções, em Oeiras, a apresentação contou com António Simões, ex-companheiro de Eusébio no Benfica e na seleção, da sua filha Sandra, mas também de Humberto Coelho, Pauleta ou Rui Costa e João Pinto, que conviveram com o ‘Pantera Negra’.

Simões, campeão europeu com Eusébio, no Benfica, em 1962, emocionou-se, falou em saudades, em privilégio, mas sublinhou que falar de Eusébio “nunca é cansativo”, mas “um ato de justiça” em relação a um dos reis do futebol.

Também Rui Costa, ex-futebolista e administrador da SAD do Benfica, lembrou o dia em que foi captado pelos ‘olhos’ de Eusébio para jogar nos infantis e dos conselhos que o antigo futebolista dava aos que chegavam.

Rui Costa recordou também o dia em que disse um palavrão e Eusébio o mandou mais cedo para os balneários, mas sobretudo o apelo que o ‘King’ fazia a todos, fosse no Benfica ou na seleção, que chutassem à baliza.

Por fim, Sandra Ferreira, a mais nova das duas filhas de Eusébio, convidou todos a assistirem ao filme, que estreia na próxima semana, seja qual o clube pelo qual simpatizem ou o desporto que prefiram.

Trailer.

Comentários