Artigo

Fantasporto está recheado do "cinema dos nossos tempos"

A 37ª edição do festival vai exibir quase 200 horas de filmes e 55 produções portuguesas. Começa segunda-feira e termina a 5 de março. Um dos títulos é "Super Max", que traz a Portugal a atriz Mariana Ximenes.

O festival internacional de cinema Fantasporto vai exibir quase 200 horas de filmes e 55 produções portuguesas durante a 37.ª edição, que decorre entre segunda-feira e 5 de março no Teatro Municipal Rivoli, anunciou hoje a organização.

Esta edição do festival tem como foco "o cinema dos nossos tempos" e vai incluir retrospetivas de cinema fantástico argentino e oriental, sendo uma das "melhores programações de sempre", tanto que, com este material, podiam-se "fazer quatro edições com qualidade", referiu o diretor Mário Dorminsky, durante uma conferência de imprensa esta terça-feira, no Porto.

Por seu lado, a diretora Beatriz Pacheco Pereira referiu o trabalho desenvolvido pelo festival "em prol do cinema português", dando como exemplo o 4.º Encontro de Escolas de Cinema e a colaboração com nove universidades e instituições vocacionadas para o estudo do cinema.

De acordo com a organização, os novos filmes abordam "o modo como o real de hoje afeta" as pessoas: "Bloodlands" (Albânia) destaca a questão da guerra, "The Citizen" (Hungria) mostra o drama dos migrantes, "Sins of the Flesh" (Egipto) aborda a realidade das mulheres muçulmanas enquanto "Lines" (Estónia) retrata a realidade económica na Europa.

Segundo os organizadores, vão estar presentes os realizadores Liam Gavin ("A Dark Song"), Sanghak Lee ("Asphalt"), e o australiano Steven Kastrissios ("Bloodlands").

O festival espera também a realizadora do filme "Dearest Sister", Mattie Do, e Ate de Jong, com "Love is Ticker Than Water", destacado para receber o prémio de carreira de 2017.

Na sequência da já anunciada parceria com a TV Globo, vão estar no festival as atrizes Mariana Ximenes ("Super Max"), Marina Ruy Barbosa ("Amorteamo") e a argumentista Gloria Perez, esta para apresentar 'Dupla Identidade'.

O Fantasporto inicia-se, na próxima segunda-feira, com "The swordsman of all swordsmen", do realizador Joseph Kuo, e "Malditos Sean", de Fábian Forte, no âmbito do Pré-Fantas.

A secção competitiva, que em 2016 consagrou "The Lure", da polaca Agnieszka Smoczynska, abre no dia 24 de fevereiro com o filme "The Age of Shadows", de Jee-woon Kim.

Comentários