Artigo

Festa do Cinema Italiano continua no Porto até 7 de abril

A Festa do Cinema Italiano regressa ao Porto de 4 a 7 de abril e exibe uma seleção das mais relevantes produções cinematográficas italianas da última temporada no Cinema Passos Manuel.

Na sessão de abertura, na quinta, 4 de abril, às 21h30, «É Stato il Figlio» (na imagem), o novo filme de Daniele Ciprì, com participação do eclético Toni Servillo, vai trazer ao público de 8 ½ um retrato tragicómico de uma Itália populada por personagens surreais e cínicas, inspirado na obra homónima de Roberto Alajmo.

No final de tarde de sexta, 5, às 19h30, a Festa do Cinema Italiano leva ao Cinema Passos Manuel, «Django», de Sergio Corbucci, o filme e realizador que inspiraram Quentin Tarantino para o multi-premiado Django Unchained. Às 21h30 é exibido «L’Intervallo», do realizador Leonardo di Costanzo, obra que conta com extrema sensibilidade a relação entre dois adolescentes presos numa realidade maior do que eles, um dos filmes mais premiados a nível internacional da 6ª edição.

No início da tarde de sábado, 6 de abril, às 17h30, são exibidas seis curtas-metragens de eleição, títulos que estiveram presentes em grandes festivais internacionais como Veneza e Cannes e que integram a secção Il Corto. Às 19h30, a parafernália instala-se na sala de cinema com «ACAB (All Cops Are Bastards)» de Stefano Sollima, com o realizador a oferecer ao público a possibilidade de entrar, através de um ponto de vista inédito, no quotidiano de polícias de intervenção pública, sem nunca julgar nem tomar partido. O dia acaba em grande com a exibição de «I Primi della Lista», às 21h30, que conta com a presença do realizador, Roan Johnson, que vai estar na sala para apresentar o filme e conversar com o público sobre esta divertida comédia que satiriza o papel do militante político na Itália dos anos 70. Um dia vai acabar em festa. A partir das 23h45, o Dj Dino Sabatini vai ser o protagonista de um animado Dj set que vai por ao rubro o Cinema Passos Manuel.

No domingo, 7 de abril, às 17h30, é exibido, «Dimmi che Destino Avrò», de Peter Marcias, e às 19h30, «Gli Equilibristi», de Ivano de Matteo, mostra que as consequências de uma separação podem ultra passar qualquer previsão num filme tocante, mas também irónico, sobre a crise social e ética que atingiu Itália. O ator Valerio Mastandrea, protagonista do filme em competição «Gli Equilibristi», de Ivano Matteo, recebeu a Menção Honrosa do Júri, na entrega dos prémios da 6ª edição do evento.

«Romanzo di una Strage», de Marco Tullio Giordana, encerra a 6ª edição da Festa do Cinema Italiano no Porto, às 21h30. O realizador do filme «A Melhor Juventude» volta a contar a história italiana num filme empolgante que retrata uma das páginas mais sombrias da vida civil italiana. Todos os dias, a secção Dopo Le 8 ½, apresenta nos fins de tarde desta edição o Cine-Aperitivo. Antes da sessão da noite, os melhores restaurantes de comida italiana do Porto vão trazer ao festival a riqueza da gastronomia tão típica deste país.

A extensão do Porto da Festa do Cinema Italiano tem o apoio da Porto Lazer, da Camara Municipal do Porto e o apoio à divulgação da ASCIP.

Comentários