Artigo

Filme do dia: «Ace Attorney»

O regresso ao Fantasporto de Takashi Miike dá-se com um projeto muito invulgar: um filme de tribunais adaptado de um videojogo muito popular no Japão, «Phoenix Wright: Ace Attorney».

Phoenix Wright é um advogado de defesa novato que tenta proteger os seus clientes nos julgamentos de vários crimes de assassinato, incluindo o da sua mentora, Mia Fey. O maior aliado de Wright é uma medium, Maya Fey, a irmã mais nova de Mia, cujo corpo ela possui para poder comunicar com o antigo protegido. Quando Wright assume a missão de resolver o caso DL-6, sobre um assassínio que não é resolvido há 15 anos, vai ter de enfrentar Manfred von Karma, um advogado de acusação que não perde um caso há 40 anos.

O drama de tribunal é temperado com elementos de ficção científica e de terror, e adapta o célebre videojogo da Capcom «Phoenix Wright: Ace Attorney». O realizador é o prolífico cineasta japonês Takashi Miike, autor de obras como «Ichi the Killer», «Anjo ou Demónio» ou «Uma Chamada Perdida».

«Ace Attorney» é exibido hoje, 4 de março, no Grande Auditório do Rivoli, no Porto, às 23h15; e repete dia 9, às 23h00, no Pequeno Auditório.

Comentários