Artigo

França e Espanha invertem perda de espectadores de cinema na União Europeia

Os países da União Europeia registaram um ligeiro aumento nas idas ao cinema em 2014, segundo dados revelados pelo Observatório Europeu do Audiovisual.

Os países da União Europeia registaram um ligeiro aumento global de 0,6 por cento, nas idas ao cinema em 2014, totalizando 911 milhões de bilhetes vendidos, segundo dados revelados hoje pelo Observatório Europeu do Audiovisual.

Este aumento - que significa mais 5,4 milhões de bilhetes vendidos em 2014, comparando com 2013 - deu-se à custa das boas prestações de exibição comercial de cinema em Espanha e em França, enquanto na generalidade dos Estados-membros da UE, incluindo Portugal, o cenário é de quebras de espectadores.

Aquele Observatório refere que apenas nove dos 27 territórios da UE registaram aumentos de espectadores nas salas de cinema.

França teve a melhor prestação de 2014, com 208,4 milhões de bilhetes vendidos, ou seja, mais 14,8 milhões do que em 2013, impulsionada pela maior presença de espectadores em cinema francês. O filme «Que Mal Fiz Eu a Deus?» tornou-se mesmo o sexto maior sucesso da história do país, com 12,1 milhões de bilhetes vendidos.

Em 2014, Portugal registou 12 milhões de espectadores, o que representa uma quebra de cerca de 500.000 (3,8 por cento) em relação ao ano anterior. Comparando com o início da década, são os piores valores de consumo de cinema, com uma perda de cinco milhões.

Espanha foi o segundo melhor país no que toca a estatísticas de cinema, com 87,4 milhões de espectadores em 2014, mais 10,5 milhões do que em 2013. Foi no ano passado que estreou «Namoro À Espanhola», o maior sucesso de sempre do cinema espanhol, com mais de 10 milhões de espectadores.

Polónia, Eslováquia, Roménia, Hungria, República Checa, Estónia e Bélgica foram os restantes sete países da União Europeia que registaram aumentos nas salas de cinema, segundo os quadros publicados pelo Observatório.

Fora do espaço da União Europeia, a Rússia é o segundo maior mercado da Europa em matéria de audiências em sala de cinema, com 175 milhões de bilhetes vendidos em 2014, menos um por cento do que em 2013.

Desde 2005, altura em que o Observatório Europeu do Audiovisual sistematiza estatísticas de cinema, o melhor ano, no que toca a idas ao cinema na Europa, foi 2009, com 982 milhões de espectadores. Em 2005, eram 901 milhões.

Comentários