Artigo

«Furiosa» Charlize Theron e outras grandes mulheres de ação no cinema

Já se fala que personagem da atriz em «Mad Max: Estrada da Fúria» pode levá-la aos Óscares, mas a entrada no panteão das grandes heroínas da Sétima Arte já está garantida.

Tom Hardy sucede a Mel Gibson em «Mad Max: Estrada da Fúria», mas surpreendentemente, o relançamento da saga ao fim de 30 anos é dominado por Charlize Theron.

A atriz já fez filmes de ação, mas nunca teve uma personagem como Imperator Furiosa, uma mulher soldado que planeia uma vingança e luta pela liberdade num mundo pós-apocalíptico.

Alguns analistas começam mesmo a vaticinar que poderá valer-lhe a terceira nomeação para os Óscares.

Theron, recorde-se, foi distinguida com o prémio em 2003 por «Monstro».

As ambições podem não ficar por aí. Apesar de estar a ser promovido pelas suas loucas sequências de perseguição, violência e selvajaria, as reações de entusiasmo pouco habituais entre a crítica especializada para uma grande produção e longas ovações no Festival de Cannes indiciam que «Mad Max: Estrada da Fúria», afinal centrado nas figuras femininas, será um dos títulos incontornáveis quando se fizer o balanço cinematográfico de 2015.

Em relação a Charlize Theron, a interpretação fará dela, sem exagero, uma lenda da dimensão de Sigourney Weaver como Ellen Ripley na saga «Alien»: Imperator Furiosa é uma personagem singular no cinema americano, juntando-se a outras num género que o cinema costuma reservar apenas aos homens.

Comentários