Artigo

Gigantes do cinema juntam-se para salvar Homem-Aranha

Sony e a Marvel juntaram-se para dar uma nova direção criativa à história de Peter Parker para chegar às salas de cinema em 2017. Andrew Garfield não está incluído no acordo.

O Homem-Aranha vai finalmente entrar no universo cinematográfico da Marvel.

Num comunicado lançado na segunda-feira à noite nos EUA, a Sony e a Marvel chegaram a acordo e a saga vai recomeçar outra vez com vista a que um novo filme chegue às salas de cinema a 28 de julho de 2017.

O anúncio marca a saída de Avi Arad como produtor, mas principalmente deverá implicar a substituição de Andrew Garfield como herói, mas não foi anunciado qualquer substituto. Tobey Maguire foi Peter Parker nos primeiros três filmes para a Sony.

A Sony tem os direitos cinematográficos do Homem-Aranha desde 1999, quando a Marvel os vendeu por uns meros sete milhões de dólares. O relançamento que fez em 2012 confirmou um declínio artístico e comercial que já se antevia no último filme realizado por Sam Raimi, «Homem-Aranha 3», em 2007.

O acordo é um reconhecimento implícito de que a estratégia da Sony não estava a funcionar. Agora, as duas partes vão colaborar ativamente para dar uma nova direção criativa à personagem. A Sony manterá o direito de distribuir, financiar e ter controlo criativo, bem como manter mais de 60% das receitas, mas permitirá a inclusão da personagem no universo cinematográfico da Marvel, que pertence ao estúdio Disney.

Nada impede agora a participação do herói no enredo de «Guerra Civil», o principal fio condutor da terceira fase de filmes da Marvel. De acordo com a publicação Variety, isso pode acontecer já com «Capitão América 3», que vai estrear em 2016.

Para arranjar espaço para Homem-Aranha, a Marvel teve de alterar algumas das datas dos seus próximos filmes: «Thor: Ragnorak» passa de 28 de julho para 3 de novembro de 2017, enquanto «Black Panther» passa dessa data para 6 de julho. Por sua vez, «Inhumans» passou de 2 de novembro de 2018 para 12 de julho de 2019 e um quarto «Capitão América» antecipou de 2019 para novembro de 2018.

Comentários