Artigo

«Gravidade» e «Her» são os filmes do ano para os críticos de Los Angeles

Houve três empates nos prémios da Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, um deles na distinção de Melhor Filme, partilhada por «Gravidade» e «Her». As categorias de Melhor Atriz e Melhor Ator Secundário também tiveram surpresas.

A Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles foi criada em 1975 e premeia anualmente os membros da indústria que se distinguiram em cada campo. Hoje em dia, são dos prémios mais prestigiados da crítica norte-americana e um elemento muito utilizado quando se tenta fazer a antecipação das nomeações aos Óscares. Este ano, houve três empates, um deles para a categoria mais importante de todas, a de Melhor Filme, com a vitória conjunta de «Gravidade» e «Her», embora tenha sido Alfonso Cuarón pelo primeiro filme a vencer como Melhor Realizador.

Na categoria de Melhor Atriz, Cate Blanchett e Adele Exarchopoulos venceram empatadas a categoria de Melhor Atriz, a primeira por «Blue Jasmine» e a segunda por «A Vida de Adèle: Capítulos 1 e 2», que também venceu como Melhor Filme de Língua Estrangeira. O terceiro empate foi na categoria de Melhor Ator Secundário, com James Franco e Jared Leto a partilharem a distinção, respetivamente pelos filmes «Spring Breakers - Viagem de Finalistas» e «O Clube de Dallas».

Bruce Dern foi considerado Melhor Ator por «Nebraska» e Lupita Nyong’o venceu como Melhor Atriz Secundária por «12 Anos Escravo».

«Histórias que Contamos» voltou a vencer como Melhor Documentário mas o desenho animado francês estreia-se nos prémios americanos este ano com o muito elogiado «Ernest & Celestine».

Eis a lista completa de vencedores:

Melhor Filme: «Gravidade» e «Her» (empate)
Melhor Realizador: Alfonso Cuarón, por «Gravidade» (segunda posição: Spike Jonze, por «Her»)
Melhor Ator: Bruce Dern, por «Nebraska» (segunda posição: Chiwetel Ejiofor, por «12 Anos Escravo»)
Melhor Atriz: Cate Blanchett, por «Blue Jasmine», e Adele Exarchopoulos, por «A Vida de Adèle: Capítulos 1 e 2» (empate)
Melhor Ator Secundário: James Franco, por «Spring Breakers - Viagem de Finalistas» e Jared Leto por «O Clube de Dallas»
Melhor Atriz Secundária: Lupita Nyong’o, por «12 Anos Escravo» (segunda posição: June Squibb, por «Nebraska»)
Melhor Argumento: Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy, por «Antes da Meia-Noite» (segunda posição: Spike Jonze, por «Her»)
Melhor Filme de Língua Estrangeira: «A Vida de Adèle: Capítulos 1 e 2» (segunda posição: «La Grande Bellezza»)
Melhor Documentário/Filme de Não Ficção: «Histórias que Contamos» (segunda posição: «The Act of Killing»)
Melhor Filme de Animação: «Ernest & Celestine» (segunda posição: «The Wind Rises»)
Melhor Fotografia: Emmanuel Lubezki, por «Gravidade» (segunda posição: Bruno Delbonnel, por «A Propósito de Llewyn Davis»
Nova Geração: Megan Ellison
Melhor Montagem: Alfonso Cuaron e Mark Sanger, por «Gravidade» (segunda posição: Shane Carruth e David Lowery, por «Upstream Color»)
Melhor Direção Artística: K.K. Barrett, por «Her» (segunda posição: Jess Gonchor, por «A Propósito de Llewyn Davis»)
Melhor Banda Sonora: T Bone Burnett, por «A Propósito de Llewyn Davis»(segunda posição: Arcade Fire e Owen Pallett, por «Her»
Prémio Douglas E. Edwards para Filme/Vídeo Independente/Experimental: «Cabinets of Wonder: Films and a Performance by Charlotte Pryce»
Citação Especial: A equipa criativa de «12 Anos Escravo»
Prémio Legado do Cinema: A Coleção Criterion

Comentários