Artigo

Hollywood oferece fortuna a Daniel Craig para voltar a ser James Bond

Apesar de todas as especulações sobre a sua substituição, afinal Daniel Craig poderá manter-se como o agente secreto se aceitar uma proposta incrível do estúdio.

Ainda no final de agosto, o jornal britânico The Sun avançava com o que dizia ser a lista final dos atores que os estúdios Sony e MGM estavam a ponderar para suceder a Daniel Craig como James Bond.

Os candidatos eram os "suspeitos do costume": Idris Elba, Tom Hiddleston, Michael Fassbender, Luke Evans, Charlie Hunnam e Aidan Turner.

A produtora Barbara Broccoli, que tem a última palavra, também estaria a encontrar-se com outros atores, nomeadamente Jamie Bell.

Ainda assim, a acreditar no mais recente desenvolvimento avançado pela Radar, se depender da Sony e da MGM, o próximo 007 será... Daniel Craig.

O ator, com 48 anos, terá dito aos seus patrões após "007 Spectre" que estava de saída após uma década e quatro filmes, mas é visto como "a chave para uma transição sem ruturas e tranquila" enquanto se pondera quem será o seu jovem sucessor.

Daí que o estúdio esteja disposto a oferecer-lhe uma fortuna para que faça pelo menos mais dois filmes, que seriam feitos de seguida: em cima da mesa estão 150 milhões de dólares.

A Radar avança que a relutância do ator pode estar a ajudar a sua causa.

"Ele fez uma jogada de génio", avançou a fonte que foi ouvida sobre o assunto.

"Toda a gente sabe como os responsáveis do estúdio gostam dele e no que lhes diz respeito, a ideia de o perder numa fase tão crucial na saga não é uma opção".

OS FAVORITOS DAS CASAS DE APOSTAS.

Comentários