Artigo

IndieLisboa - Filme do dia: «As Ondas de Abril»

Uma proposta invulgar: um olhar exterior sobre o 25 de Abril, em formato de comédia, com Lionel Baier a contar a história de dois jornalistas suíços que vêm em reportagem a Portugal e são apanhados no meio da Revolução.

Abril de 1974: dois jornalistas da rádio suíça são enviados a Portugal para fazer uma reportagem sobre o apoio helvético ao país. Bob, um técnico à beira da reforma, acompanha-os na sua estimada carrinha Combi VW. Mas à chegada nada corre como planeado: os projectos de cooperação foram deixados ao abandono, há tensões entre a feminista Julie e Cauvin, o astuto repórter de guerra. Apesar da boa vontade do jovem tradutor português, Pelé, só resta uma alternativa: abortar a missão.

Mas a história adianta-se ao regresso da equipa que se vê no meio da Revolução dos Cravos. E quando a democracia passa por nós, temos de estar prontos para a aproveitar a todo o custo, mesmo se isso implicar a desobediência cívica, um enorme pecado para os suíços. Les Grandes Ondes revisita o lado mais feérico do 25 de Abril prestando homenagem aos que saíram à rua para abraçar a revolução.

O suíço Lionel Baier dirige Valérie Donzelli e Michel Vuillermoz nesta co-produção franco-suíça com participação da portuguesa Filmes do Tejo II.

«As Ondas de Abril» é apresentado hoje, 25 de abril, às 19h00, no cinema São Jorge, em Lisboa.

Comentários