Artigo

Jamie Dornan defende «50 Sombras de Grey» das acusações de machismo

O protagonista da adaptação cinematográfica defendeu o romance erótico escrito por E.L. James das críticas, explicando que é uma história de amor.

«As Cinquenta Sombras de Grey» ainda não chegou às salas, mas claro que a polémica à volta do livro nunca se extinguiu completamente. E Jamie Dornan, que interpreta Christian Grey, defendeu a história das acusações de machismo em entrevista à publicação Elle UK.

O ator afirmou compreender as razões dos mais críticos, mas explicou que no mundo da BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo), existem muito mais homens submissos do que mulheres: «Trata-se de algo muito maior do que imaginei. Em praticamente todas as cidades do mundo existem pessoas que querem apanhar com uma tábua cheia de pregos», revelou.

Recorde-se que o ator terá visitado vários clubes e quartos de sexo na investigação para a sua personagem.

Em relação ao enredo, Dorman expõe o seu ponto de vista: «Vamos contar uma história de amor, não se pode passar tudo no Quarto Vermelho, isso não é um filme. Há muito mais coisas a acontecer para além disso», promete.

«As Cinquenta Sombras de Grey» conta ainda com Dakota Johnson como Anastasia Steele e estreia a 12 de fevereiro.

Comentários