Artigo

Lisbon & Estoril Film Festival: Filme do dia: «Pasolini»

Num filme flutuante e visionário, uma mistura de realidade e imaginação, Abel Ferrara reconstrói o ultimo dia do grande poeta.

Um dia, uma vida. Roma, na noite de 2 de novembro de 1975...

O grande poeta e cineasta italiano Pier Paolo Pasolini é assassinado. Pasolini é um símbolo de uma arte que batalha contra o poder. Os seus escritos são escandalosos, os seus filmes são perseguidos pelos censores, muita gente o ama e muitos o odeiam.

No dia da sua morte, Pasolini passa as últimas horas com a sua amada mãe e mais tarde com os amigos mais próximos, e finalmente sai para a noite no seu Alfa Romeo em busca de aventura na cidade eterna. Pela aurora, Pasolini é encontrado morto numa praia em Ostia nos arredores da cidade.

«Pasolini», realizado por Abel Ferrara com Willem Dafoe no papel central, e ainda com a participação de Riccardo Scamarcio, Ninetto Davoli, Maria de Medeiros, é exibido hoje, 9 de novembro, às 21h30, no Centro de Congressos do Estoril, e repete amanhã, 10 de novembro, às 21h30, no Cinema Monumental, em Lisboa.

Comentários