Artigo

Lojas preparam-se para vender artigos de «As Cinquenta Sombras de Grey»

Os funcionários de uma cadeia de lojas de construção são incentivados a ler o livro ou ver o filme. Entre os artigos que podem ser mais procurados estão cordas, fita adesiva e outros cabos.

Uma cadeia britânica de lojas de construção pediu aos seus funcionários para que se preparem para atender clientes inspirados pelo sadomasoquismo de Ãs Cinquenta Sombras de Grey», que procurem por exemplo cordas, fita adesiva ou outro ripo de cabos.

Um documento interno da rede B&Q, reproduzido pelos jornais britânicos, informa os 20.000 funcionários que terão à sua disposição, nas 359 lojas, cópias do best-seller de E.L. James, que acaba de ser adaptado ao cinema.

«Incentivamos o pessoal a familiarizar-se com o conteúdo de «As Cinquenta Sombras de Grey» lendo o romance ou assistindo ao filme quando este estrear», afirma o documento.

Além disso, é ainda pedido aos funcionários que se preparem para responder a perguntas «delicadas» de clientes e que o façam de forma «educada, atenciosa e respeitosa.»

Numa cena do filme, o protagonista «Christian Grey visita uma loja de ferragens para comprar corda, braçadeiras e fita. Mais do que a melhorar a sua casa», diz o texto, «estes produtos destinam-se a atender os anseios sexuais não convencionais do senhor Grey».

«Temos em stock muitos produtos que aparecem em destaque nessa cena notável», esclarece a cadeia de lojas, prevendo que terão de acumular «reservas extra» para corresponder à procura.

Respondendo a perguntas enviadas pela AFP, um porta-voz da B&Q disse que a empresa «está empenhada em atender os seus clientes em todas as suas necessidades de bricolage. A satisfação do cliente é a nossa prioridade número um».

Comentários