Artigo

Mistério e romance abrem a 6ª edição do FESTin

O Festival de Cinema Itinerante de Língua Portuguesa abre com a estreia mundial de «O Vendedor de Passados». Até 15 de abril serão apresentados 90 filmes.

Arranca esta quarta-feira no cinema São Jorge, em Lisboa, a 6ª edição do FESTin -Festival de Cinema Itinerante de Língua Portuguesa, o único evento do género em Portugal dedicado à lusofonia.

Como filme de abertura será exibida a antestreia mundial de «O Vendedor de Passados», obra de Lula Buarque de Hollanda baseada no livro do escritor angolano José Eduardo Agualusa. O realizador, o autor do livro e o protagonista do filme, Lázaro Ramos, estarão presentes na sessão.

A história de «O Vendedor de Passados» parte de uma premissa original: se o passado determina aquilo que somos, por que não reinventá-lo de forma a justificar um novo presente? É nesta função que está especializado a personagem de Lázaro Ramos que, utilizando muito imaginação e recursos tecnológicos, vende passados aos seus clientes. As coisas ganham novos contornos, no entanto, quando entra em cena uma bela e misteriosa mulher (Aline Morais), complicando as contas do próprio passado do protagonista.

O FESTin traz este ano 90 filmes, entre curtas, longas e documentários, de origem lusófona, num programação de encerra a 15 de abril com a exibição do documentário «Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho», de Daniel Augusto.

Maratona de documentários, homenagens à Argentina e a Timor, a Festinha (destinado aos mais novos), competição de curtas-metragens, FESTin + (dedicado à temática da terceira idade), Mostra de Inclusão Social e a Mostra Brasileira de curtas completam a programação.

Entre os eventos paralelos, destaque para os debates «Televisão x Cinema» e «Culturas Digitais e Consumos Alternativos do Audiovisual: Oportunidades e Alternativas para o Cinema em Português». Destaque ainda para a oficina «Técnicas de Animação Cultural para Cinema», de Clóvis Mendes, e a palestra «Reforma, um Projeto de Vida», evento inserido dentro do FESTin +.

Comentários