Artigo

Morreu Ken Takakura, o «Clint Eastwood» japonês que enfrentou Michael Douglas

Participou em mais de 180 filmes, numa carreira que foi de 1956 a 2012. A nível internacional tornou-se conhecido com «Yakuza» e «Chuva Negra».

O ator Ken Takakura, um dos intérpretes mais conhecidos do cinema japonês, morreu aos 83 anos a 10 de novembro num hospital de Tóquio vítima de um linfoma, revelou a imprensa local no dia 18.

Conhecido como «Clint Eastwood» japonês pelos seus papéis de homem duro ou mafioso de aparência séria, o público ocidental viu-o quando foi chamado por Robert Aldrich para «Assim Nasce um Herói» (1970), ao lado de atores como Michael Caine, Henry Fonda e Cliff Robertson, atingindo fama internacional com «Yakuza», em 1974, onde contracenou com Robert Mitchum, e principalmente «Chuva Negra», em 1989, ao lado de Michael Douglas e Andy Garcia, onde era o duro detetive com a frase memorável «I do speak f***ing English».

Ken Takakura também estabeleceu um grande culto na China com o filme «Kimi yo Funnu no Kawa o Watare», um dos primeiros permitidos naquele país após a Revolução Cultural, onde era um polícia que tenta limpar o seu nome após ser acusado falsamente de corrupção. Muitos anos depois, em 2005, quando já tinha abrandado o ritmo, voltou a ser aí reconhecido graças a «Caminho Solitário», de Zhang Yimou, no papel de um pai japonês que viajava à China no lugar do seu filho doente para filmar uma famosa estrela de música popular chinesa.

Em 2013, Ken Takakura recebeu das mãos do Imperador Akihito a Ordem da Cultura, a mais alta distinção japonesa na área, num reconhecimento pela sua carreira e contributo à difusão da cultura.

Comentários