Artigo

Na "red carpet" de "Dunkirk": À conversa com os atores que foram à guerra por Christopher Nolan

O realizador Christopher Nolan vai à guerra no seu novo filme, "Dunkirk". Em Londres, para uma antestreia mundial com pompa estiveram o realizador e os atores Tom Hardy, Kenneth Branagh, Cillian Murphy, Fionn Whitehead e Harry Styles, que aqui se estreia no cinema. O SAPO Mag esteve com eles em exclusivo na passadeira vermelha da Leicester Square.

A movimentada red carpet montada em Leicester Square em Londres tinha fãs de todo o mundo à espera para ver as estrelas do novo filme de Christopher Nolan mas especialmente para ver por lá passar Harry Styles, o ex-One Direction, que agora salta da música para o cinema e tem o seu primeiro papel no grande ecrã em "Dunkirk". E ele não desiludiu: elas gritaram, pediram, e ele autografou, fotografou e abraçou até ao último minuto.

Na passadeira vermelha estiveram também os experientes Tom Hardy, Kenneth Branagh, Mark Rylance e Cillian Murphy (a fazer neste filme a sua quinta colaboração com Christopher Nolan) ao lado dos jovens e relativamente desconhecidos atores que foram escolhidos como protagonistas, como Fionn Whitehead, Barry Kheogan ou Tom Glynn-Carney, num elenco intencionalmente inteiramente britânico.

Christopher Nolan e a mulher, Emma Thomas, que produz os seus filmes desde 1997, caminharam e conversaram juntos pela passadeira vermelha: afinal, a ideia para "Dunkirk" surgiu aos dois há mais de 20 anos quando fizeram uma atribulada viagem num pequeno barco pelo Canal da Mancha.

Apesar de Styles ser quem mais burburinho causou, o filme era a história. E a história do filme não é uma qualquer. Em 1940, durante a II Guerra Mundial, 300 mil soldados aliados (britânicos e franceses) foram encurralados pelas forças alemãs na praia francesa de Dunquerque e a esperança na sobrevivência era escassa. Mas a operação de salvamento para os tirar de lá acabou por se tornar surpreendente e ficou conhecida como o "Milagre de Dunkirk". Em "Dunkirk", Nolan filma os acontecimentos por três perspetivas (pela terra, pelo ar e pelo mar) e sempre pelo olhar dos soldados e dos intervenientes locais, nunca sob o ponto de vista dos atores políticos ou dos altos comandos das tropas.

Na antestreia em Londres houve ainda um convidado surpresa. Já todos tinham entrado na sala de cinema quando, depois de uma minuciosa inspeção pela equipa de segurança, o príncipe Harry veio encerrar a passadeira vermelha.

"Dunkirk" estreia esta quinta-feira, 20 de julho, nos cinemas portugueses.

Veja a reportagem exclusiva do SAPO Mag na antestreia mundial de "Dunkirk":

O SAPO Mag viajou a convite da Warner Bros. Portugal/NOS Audiovisuais.

Comentários