Artigo

Não usa saltos altos? O festival de Cannes pode proibi-la de ver filmes

A atriz Emily Blunt juntou-se ao coro de críticas após a organização ter impedido um grupo de mulheres de assistir a um filme por estarem de sapatos rasos.

A passadeira vermelha é um acontecimento diário no Festival de Cannes, onde estrelas do mundo do cinema se tornam modelos de moda e glamour, mas Cannes vive hoje uma controvérsia após terem sido noticiados os extremos a que a organização terá chegado para projetar essa imagem.

No ano em que muitos dos filmes a concurso têm como tema a igualdade, um grupo de mulheres viu recusada a entrada na sessão de gala de «Carol», o filme de Todd Haynes com Cate Blanchett e Rooney Mara, por alegadamente não usarem sapatos de salto alto, noticiou o jornal Screen Daily.

A ironia é tanto maior porque o filme adapta um livro de Patricia Highsmith, que era uma conhecida adepta de calçado prático.

O festival está agora a enfrentar fortes críticas por alegadamente estar a impor o que muitos consideram um «dress code» sexista e o caso está já a ser apelidado de «Flatgate».

O diretor, Thierry Frémaux, em resposta aos críticos no Twitter, negou que os saltos altos sejam obrigatórios para as sessões de passadeira vermelha, apenas acessíveis por convite onde é explicado que os homens devem apresentar-se de fato com sapatos pretos e as mulheres com vestidos elegantes e sapatos apropriados.

No entanto, Asif Kapadia, realizador do documentário sobre Amy Winehouse que passou em Cannes na semana passada, recorreu ao Twitter para recordar que a sua esposa foi inicialmente barrada da sessão devido ao seu calçado.

Ao mesmo tempo, está a ser noticiado que Valeria Richter, uma produtora que teve parte do seu pé esquerdo amputado, foi repreendida quatro vezes na passadeira vermelha do filme «The Sea of Trees», de Gus Van Sant, por não usar sapatos altos, antes de eventualmente ser autorizada a continuar.

Uma das vozes que se levantou contra o «dress code» foi a de Emily Blunt, que irá precisamente estar na passadeira vermelha esta terça-feira com o seu filme «Sicario».

«Para ser sincera, toda a gente devia usar sapatos rasos. Não devíamos usar sapatos altos», afirmou a atriz na conferência de imprensa que se realizou esta manhã. «Quando se pensa que existem estas novas vagas de igualdade, isto é uma grande desilusão».

Foi quando o realizador do filme, Denis Villeneuve, brincou informando que, num gesto de solidariedade, ele e os outros atores, Benicio del Toro e Josh Brolin, iriam à sessão de gala de sapatos altos, com o ator porto-riquenho de imediato a imitar o gesto de tentar manter o equilíbrio.

A PASSADEIRA VERMELHA DA SESSÃO «CAROL»

Comentários