Artigo

Nova versão de «Kickboxer» traz de volta Jean-Claude Van Damme

O clássico de culto, juntamente com «Bloodsport», fez do ator uma das maiores estrelas do cinema de ação com muita porrada.

Jean-Claude Van Damme vai substituir Tony Jaa na nova versão de um dos seus primeiros filmes, «Kickboxer», após o ator da saga de artes marciais «Ong-Bak» abandonar o projeto.

Lançado em 1989, «Kickboxer» («Golpe de Vingança» em Portugal), não é um título qualquer na carreira de Van Damme: juntamente com «Bloodsport» («Força Destruidora») um ano antes, o seu sucesso no cinema e principalmente no florescente mercado do VHS, catapultou a estrela de artes marciais belgas para o estrelato cinematográfico.

No filme de culto que levou milhares de crianças e adolescentes a querer aprender artes marciais, Van Damme era Kurt Sloan, a quem, por lhe faltarem os instintos para se tornar um campeão, sempre viveu na sombra de Eric (Dennis Alexio), o irmão mais velho. Na Tailândia para uma competição desportiva, vê este ficar paralisado às mãos, e pernas, de Tong Po (inesquecível Michel Qissi), um brutal campeão de Muay Thai. Decidido a vingar-se, Kurt começa a treinar com o mentor do seu irmão, Xian Chow (Dennis Chan), que lhe descobre uma força interior maior graças a uma série de exercícios e testes espirituais antes do inevitável confronto final com Tong Po.

Jean-Claude Van Damme irá interpretar Xian Chow nesta nova versão de «Kickboxer» que começou a ser rodada esta semana em Nova Orleães por John Stockwell («Bela Loucura», «Profundo Azul») e seguirá mais tarde para a Tailândia. O atleta de artes marciais do Canadá Alain Moussi levará a saga (o filme original originou três sequelas) até às novas gerações, num elenco inclui ainda Dave Bautista («Guardiões da Galáxia») e o campeão de MMA George St. Pierre.

O anúncio da participação de Van Damme foi acompanhado do lançamento de um primeiro poster.

Comentários