Artigo

Orgasmos cinematográficos: Como a Sétima Arte olhou para o prazer

De «Um Amor Inevitável» a «Doidos por Mary», são vários os filmes que têm o orgasmo no centro de uma das suas cenas mais célebres. Para assinalar o Dia Internacional do Orgasmo recordamos alguns momentos de prazer cinematográfico.

Com mais ou menos visibilidade, consoante os géneros e as circunstâncias, o cinema das últimas quatro décadas caracterizou-se por dar cada vez mais visibilidade ao acto sexual. A liberalização dos costumes que cresceu na Sétima Arte ao longo dos anos 60 e explodiu nos anos 70, permitiu a livre exposição dos corpos, da sexualidade e, por consequência, do orgasmo.

De lá a cá, há diversas cenas com orgasmos que ficaram no imaginário colectivo, muitas delas por via da comédia. Pode dizer-se que o mais célebre orgasmo da história do cinema é um orgasmo falso: quando Meg Ryan o finge em «Um Amor Inevitável» para provar a Billy Crystal que as mulheres fingem por vezes o prazer sem que o homem dê por isso, numa das reflexões fundamentais sobre as relações entre os sexos que o cinema nos deu.

Ainda por via do riso, outra cena também icónica é a do grito operático de Madeline Kahn em «Frankenstein Junior» ou da masturbação de Ben Stiller em «Doidos por Mary», com resultados memoráveis. Menos feliz mas igualmente inesquecível é a aterrorizante cena entre Dennis Hopper e Isabella Rossellini em «Veludo Azul» , de David Lynch.



O vídeo apresenta, por esta ordem, sequências dos seguintes filmes:
- «Um Amor Inevitável» (1989), com Meg Ryan e Billy Crystal
- «Barbarella» (1968), com Jane Fonda
- «Bruce, o Todo-Poderoso» (2003), com Jennifer Aniston e Jim Carrey
- « Frankenstein Jr.» (1974), com Madeline Kahn e Peter Boyle
- «O ABC do Amor» (1972), com Woody Allen
- «ABC da Sedução» (2009), com Katherine Heigl e Gerard Butler
- «Veludo Azul» (1986), com Dennis Hopper e Isabella Rossellini
- «Doidos por Mary» (1992), com Ben Stiller
- «Um Amor Inevitável» (1989), com Meg Ryan e Billy Crystal
- «Porky's» (1982), com Kim Cattrall
- «Team America - Polícia Mundial», (2004)
- «Shoot'em Up - Atirar a Matar» (2007), com Clive Owen e Monica Bellucci
- «Shortbus» (2006), com Sook-Yin Lee
- «Alguém tem que Ceder» (2003), com Jack Nicholson e Diane Keaton
- «Um Amor Inevitável» (1989), com Meg Ryan e Billy Crystal

Comentários