Artigo

«Os Maias» visto por quase 14.000 nos primeiros dias de exibição

O filme de João Botelho que adapta o romance homónimo de Eça de Queirós surpreende desde que estreou em 20 salas do país.

A longa-metragem «Os Maias» somou 13.915 espetadores desde que se estreou na quinta-feira em 20 salas do país, revelou fonte da produtora.

Com o título completo «Os Maias - Cenas da vida romântica», o filme de João Botelho adapta para cinema o romance homónimo de Eça de Queirós e está em exibição em 12 localidades, estando prevista a estreia em formato série televisiva, na RTP, em 2015. A produtora tem assegurada também a estreia no Brasil, país co-produtor do filme.

Em novembro, João Botelho andará em digressão pelo país em sessões que pretendem aproximar-se tanto do público português com pouco acesso a cinema português como do público escolar; à semelhança do que já fizera com o seu filme anterior, «Filme do Desassossego».

Do elenco do filme, que teve um orçamento de 1,5 milhões de euros, fazem parte cerca de 50 atores, entre os quais Graciano Dias, que interpreta o papel de Carlos da Maia, a atriz brasileira Maria Flor, que interpreta Maria Eduarda, e Pedro Inês, a personagem João da Ega.

João Perry, Maria João Pinho, Adriano Luz, Rita Blanco, Hugo Mestre Amaro, Pedro Lacerda e o barítono Jorge Vaz de Carvalho, que dá voz a Eça de Queirós, o narrador, também entraram no projeto de João Botelho.

Uma das particularidades do filme é o facto de os exteriores terem sido filmados em estúdio, com recurso a telas de grandes dimensões, pintadas pelo artista plástico João Queiroz.

Comentários