Artigo

«Os Mínimos» saltam do cinema para uma tinta e ganham uma cor oficial: o amarelo minion

O novo amarelo é descrito como «iluminador, enérgico, amigável e divertido», o que o torna «imediatamente apelativo».

A Pantone anunciou a criação de uma nova cor oficial, o amarelo minion.

É a primeira vez que a empresa sediada em New Jersey conhecida pelos seu sistema de cores, muito usadas na indústria gráfica, dá o nome de uma personagem cinematográfica a uma das suas criações.

A parceria parece ter surgido por iniciativa do artista Pharrell Williams, que compôs a banda sonora de «Gru - O Maldisposto» (2010), onde surgiram pela primeira vez as adoráveis criaturas.

Ao mesmo tempo, a Pantone Color Institute, divisão da empresa que cataloga as cores e estuda como estas influenciam os processos de pensamento humano, bem como as reações físicas e emocionais, percebeu que os consumidores queriam adicionar uma cor mais enérgica.

Em conjunto com a Illumination Entertainment, estúdio de animação responsável pela conceção das personagens, a Pantone reviu a gama de cores já existente para identificar qual representação mais pura da icónica cor amarela dos Mínimos.

O resultado agora apresentado pretende representar as adoráveis e subversivas personagens.

De acordo com a diretora executiva do Pantone Color Institute, a nova cor «eleva a consciência e cria clareza, iluminando o caminho para a inteligência, originalidade e a desenvoltura de uma mente aberta; esta é a cor da esperança, alegria e otimismo».

«Mínimos estreia nas salas de cinema portuguesas a 23 de julho.

Comentários