Artigo

Panorama encerra hoje com três clássicos do documentário português

«Almada-Negreiros, Vivo, Hoje», de António de Macedo, «27 Minutos com Fernando Lopes Graça», de António-Pedro Vasconcelos e «Sophia de Mello Breyner Andresen», de João César Monteiro, encerram hoje a 7ª edição do Panorama.

No âmbito da rubrica Documentário no Cinema Novo, a sessão de encerramento do PANORAMA - 7ª Mostra do Documentário Português, tem lugar hoje, 11 de Maio, às 21h, no Cinema São Jorge e é dedicada a um tema clássico do cinema documental: a biografia. Serão exibidos três documentários de 1969 - «Almada-Negreiros, Vivo, Hoje», de António de Macedo, «27 Minutos com Fernando Lopes Graça», de António-Pedro Vasconcelos e «Sophia de Mello Breyner Andresen», de João César Monteiro, - que mostram as capacidades inovadoras de três (então novos) cineastas que marcaram o Cinema Novo e a história do cinema em Portugal.

O PANORAMA - 7ª Mostra do Documentário Português, organizado pela Apordoc - Associação pelo Documentário e pelo Arquivo Municipal de Lisboa - Videoteca, encerra hoje, 11 de Maio, e está a decorrer no Cinema São Jorge, na Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema e no Teatro do Bairro.

Comentários