Artigo

Panorama, mostra do documentário português, recorda Fernando Lopes

O Panorama - Mostra do Documentário Português abrirá, em maio em Lisboa, com «Belarmino», de Fernando Lopes, e a sessão contará com a atuação do trio de jazz que, em 1964, participou no filme, foi hoje anunciado.

Um ano depois da morte de Fernando Lopes, o Panorama homenageia o realizador, exibindo um dos seus filmes mais emblemáticos e também do Cinema Novo português: o documentário sobre o pugilista Belarmino Fragoso. A sétima edição do Panorama, mostra não competitiva dedicada em exclusivo ao documentário português, decorrerá de 3 a 11 de maio, no Cinema São Jorge, estando previstas ainda atividades na Cinemateca e no Teatro do Bairro.

A 3 de maio, a sessão de abertura contará com a atuação do histórico trio Hot Club de Portugal, que surge no filme de 1964 e do qual fizeram parte Manuel Jorge Veloso (bateria), Bernardo Moreira (contrabaixo) e Justiniano Canelhas (piano).

A programação completa não foi ainda divulgada, mas foi revelada a sessão de encerramento, que conta com três filmes biográficos de 1969: «Almada-Negreiros, Vivo, Hoje», de António de Macedo, «27 Minutos com Fernando Lopes-Graça», de António-Pedro Vasconcelos, e «Sophia de Mello Breyner Andresen», de João César Monteiro.

O Panorama 2013 divide-se entre a apresentação de filmes recentes, feitos sobretudo em 2012, e a recordação de documentários que marcaram o cinema português.

Haverá ainda uma nova secção, intitulada «Lisboa», que «dará visibilidade a um conjunto de olhares sobre as componentes sociais, culturais e arquitetónicas da capital portuguesa».

A mostra apresentará ainda uma selecção de documentários produzidos tanto para Guimarães - Capital Europeia da Cultura, como para os 20 anos do Festival de Curtas-Metragens de Vila do Conde.

Em 2012, o Panorama exibiu cerca de 70 filmes, e incluiu uma seleção de obras filmes do cinema mudo português, dos arquivos da Cinemateca, alguns musicados ao vivo.

Comentários