Artigo

Protagonista canino de filme de Miguel Gomes premiado em Cannes

Dixie, o Poodle Maltês que surge em «As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado», recebeu o Palm Dog 2015.

Dixie, o protagonista canino na história que Xerazade conta à 497ª noite em «As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado», de Miguel Gomes, foi premiado em Cannes com o Palm Dog 2015.

Na realidade chamado Lucky, este Poodle Maltês da Escola de Cães para Cinema Rafael Casado (Espanha) é uma autêntica vedeta: como um dos mais consagrados cães-actores da indústria espanhola, a sua versatilidade já foi comprovada em papéis de drama, comédia e acção, nomeadamente em «Os Fantasmas de Goya» (2006), de Milos Forman.

O Palm Dog é um prémio não oficial criado por Toby Rose em 2001 e premeia a melhor interpretação canina (imagem real ou animada), entre todos os atores caninos (ou grupo de cães) em todos os filmes, de todas os certames no decorrer do Festival de Cannes.

Entre os anteriores premiados estão «Bruno» em «Belleville Rendez-Vous» (2003), Mops em «Marie Antoinette» (2006), Lucy em «Wendy & Lucy» (2008), Dug em «Up - Altamente!» (2009), o poodle preto em «Sacanas Sem Lei» (2009) e Uggie em «O Artista» (2010).

«As Mil e Uma Noites» é um filme em três volumes de Miguel Gomes apresentado na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, onde recebeu bom acolhimento da crítica.

Comentários