Artigo

Quando a culinária sai da cozinha e entra no cinema

A culinária nem sempre foi terreno fértil para a Sétima Arte. Mesmo assim, de «Ratatui» a «A Grande Farra» passando por «O Chef», que acaba de estrear, recordamos os filmes mais «gourmet», saborosos e até indigestos da história do cinema.

A culinária está verdadeiramente na moda, uma das poucas que o cinema ainda não explorou com grande exaustividade. Mesmo assim, há um lote de filmes importantes em redor da paixão pela culinária e pela comida, com a restauração em grande plano, que tem a sua entrada mais recente em «O Chef», que acaba de estrear. Neste filme muito elogiado de Jon Favreau, o protagonista (interpretado pelo próprio) é um chef que, frustrado com a falta de liberdade criativa num restaurante de luxo de Los Angeles, tenta reacender a sua paixão pela cozinha por via de uma roulotte de venda ao público.

Ao longo da história do cinema, a comida e o enredo culinário têm sido centrais em vários filmes. E se em obras como «Ratatui» ou «Chocolate» essa paixão se faz de forma doce, noutras, como no filme-choque «A Grande Farra», os resultados são muito menos felizes.

Comentários