Artigo

Realizador de «Serpentes a Bordo» morre aos 60 anos

David R. Ellis, realizador de filmes como «Serpentes a Bordo» e «Cellular - Ligação de Alto Risco», faleceu aos 60 anos, quando estava a rodar na África do Sul. A causa da morte ainda não foi divulgada.

O corpo do cineasta norte-americano foi encontrado ontem, 7 de janeiro, no quarto do hotel em que estava hospedado, em Joanesburgo, na África do Sul, onde estava trabalhar num «remake» do filme de animação japonês «Kite». A causa da morte ainda não é conhecida.

David R. Ellis nasceu na California a 8 de setembro de 1952 e sempre trabalhou em cinema. Primeiro tentou a carreira de ator, ao lado de Kurt Russell, no filme da Disney «O Homem Mais Forte do Mundo», de 1975. Logo a seguir tornou-se duplo e coordenador de duplos em fitas como «Scarface - A Força do Poder», «Viver e Morrer em Los Angeles» e «Arma Mortífera». Rapidamente se tornou assistente de realização em películas como «Atracção Fatal», «Waterworld» ou «Matrix Reloaded».

A estreia na realização dá-se em 1996 com a aventura de animais «Perdidos em São Francisco» mas é a partir de 2003 que a sua carreira ganha fôlego, sempre no domínio do cinema fantástico: «O Último Destino 2» (2003), «Celullar - Ligação de Alto Risco» (2004), «Serpentes a Bordo» (2006), «Asylum» (2008), «O Último Destino 3D» (2008) e «Medo Profundo 3D» (2009).

Comentários