Artigo

Realizador perde a cabeça após não conseguir financiar novo filme

O controverso Uwe Boll lançou dois vídeos bizarros a atacar os fãs e a dizer que a elite de Hollywood devia ser exterminada.

Uwe Boll explodiu na Internet após a sua campanha de angariação de fundos no Kickstarter falhar o objetivo.

Com a ajuda da plataforma de financiamento coletivo, o realizador alemão esperava obter 55 mil dólares num mês para «Rampage 3: No Mercy», sequela dos filmes anteriores também da sua autoria.

No entanto, apenas chegou aos 24.500 e foi então que usou o seu canal no YouTube para lançar dois vídeos.

O primeiro visa em termos muito explícitos os fãs e o Kickstarter, gabando-se ainda de ter «dinheiro suficiente para jogar golfe até estar morto», acrescentando que «queria fazer «Rampage 3» porque é um filme importante, mas parece que vocês preferem mais facilmente dar 600 mil dólares se se fizer um filme sobre um feiticeiro retardado numa floresta ou qualquer treta da Marvel-«Vingadores». Portanto, adeus e adeus Hollywood.»

No segundo vídeo, ataca estrelas como George Clooney, Robert Downey Jr. e Jennifer Lopez, bem como a sua hipocrisia e a do negócio do cinema, concluindo que tudo devia ser exterminado.

Os vídeos parecem ser mais um capítulo de sua relação conflituosa com os espectadores.

Descrito um dia pela revista Entertainment Weekly como «o Ed Wood do novo século», numa referência ao cineasta geralmente considerado o pior de sempre imortalizado num filme de Tim Burton, Uwe Boll é reconhecido principalmente pela adaptação muito livre de vários videojogos.

Na sua vasta carreira estão filmes como «A Casa da Morte» (2003), «Alone in the Dark - Sozinhos no Escuro», «BloodRayne» (05), «Em Nome do Rei», «Postal» (07) e «Far Cry: O Filme» (12).

Apesar de serem normalmente vistos como filmes de pouca qualidade, desprezados mesmo por muitos dos fãs dos jogos, o realizador a quem Michael Bay um dia chamou idiota sempre teve uma postura desafiadora: em 2006, chegou mesmo a desafiar e a lutar com alguns dos seus maiores críticos na internet num combate de boxe.

Nesta época, ficou famosa a resposta oficial da produtora informática Blizzard Entertainment quando Boll quis fazer a adaptação de «Warcraft» após o abandono de Sam Raimi: «Não vamos vender os direitos cinematográficos, não a si... especialmente não a si. Como é um jogo online de tão grande sucesso, talvez um mau filme fosse destruir essas contínuas receitas».

Em 2009, o realizador recebeu um prémio pela pior carreira dos Razzies e três anos mais tarde uma petição a apelar para a sua retirada reunia mais de 350 mil assinaturas, mas só recentemente reduziu ligeiramente o ritmo de trabalho ao encontrar mais dificuldades para financiar os projetos. Uma campanha de angariação para «Postal 2» também ficou abaixo da meta pretendida.

Ainda assim, desenganem-se os que pensam que finalmente Boll vai deixar de fazer filmes: no texto que acompanha o segundo vídeo, ele anuncia que «Rampage 3» começa a ser rodado em janeiro.


Comentários