Artigo

Robert Downey Jr. vai ser o extravagante Dr. Dolittle

O médico que consegue falar com os animais está de volta ao cinema, num projeto que foi muito cobiçado em Hollywood.

Na moda de sequelas e novas versões de filmes antigos, agora é a vez do Dr. Dolittle regressar ao cinema.

Robert Downey Jr. vai suceder a Rex Harrison e Eddie Murphy como o médico que vive com vários animais com quem consegue falar, personagem que nasceu nos livros de Hugh Lofting há quase 100 anos.

A história de "The Voyage of Doctor Dolittle" será escrita por Stephen Gaghan, que também assume a função de realizador. Ele ganhou um Óscar pelo argumento de "Traffic - Ninguém Sai Ileso" (2000) e o seu último filme atrás das câmaras foi "Ouro", com Matthew McConaughey.

Em 1967, "O Extravagante Dr. Dolittle" foi a primeira adaptação com a personagem: era um musical e chegou a ser nomeado para o Óscar de Melhor Filme.

Em 1998, Eddie Murphy foi o protagonista da comédia "Dr. Dolittle", que se tornou um gigantesco sucesso que levou a uma sequela que não correu tão bem três anos mais tarde e mais três filmes lançados diretamente em vídeo.

O novo projeto foi muito cobiçado em Hollywood, com vários estúdios envolvidos num leilão até ir parar à Universal. E não vai ser barato: estima-se que custará 160 milhões de dólares.

O acordo também estabelece algo que Hollywood já evita dar mesmo às maiores estrelas: Robert Downey Jr., que ajudou a lançar as sagas "Homem de Ferro" e "Sherlock Holmes", vai engrossar ainda mais a sua conta bancária ao direito a uma percentagem das receitas de bilheteira ainda antes do filme ter lucro, o chamado "first-dollar gross" [receita do primeiro dólar].

Comentários