Artigo

"São Jorge" vai representar Portugal nos Óscares e nos Goya 2018

O filme com Nuno Lopes vai tentar conseguir a nomeação ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, que seria a primeira para Portugal na categoria.

“São Jorge” é o representante de Portugal aos Óscares na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, a corrida a Melhor Filme Estrangeiro, anunciou a Academia Portuguesa das Artes e Ciências Cinematográficas.

Os Óscares têm escapado ao cinema português desde sempre: o nosso país tem o recorde de mais filmes submetidos na categoria – 30 -, sem nunca ter conseguido a nomeação.

O filme de Marco Martins será ainda o candidato aos Goya, os “Óscares de Espanha”, para conseguir a nomeação na categoria de melhor filme ibero-americano.

Estreado nos cinemas portugueses em março passado, "São Jorge" conta a história de Jorge, um pugilista, desempregado, que aceita trabalhar numa empresa de cobranças difíceis para pagar as suas próprias dívidas e para tentar que a mulher e o filho não emigrem.

O filme conta com atores profissionais como Nuno Lopes, José Raposo, Mariana Nunes, Gonçalo Waddington e Beatriz Batarda, mas também não-atores, a quem é dada voz para falar sobre crise, desemprego e falta de dinheiro.

Antes de chegar aos cinemas portugueses, o filme teve estreia mundial no verão de 2016 no Festival de Cinema de Veneza, onde Nuno Lopes foi distinguido como melhor ator.

"O filme é sobre uma realidade que toda a gente conhece. Não há ninguém que não tenha um familiar que tenha emigrado por causa da crise ou tenha sido despedido. Toda gente sabe do que é que estamos a falar e depois é sobre uma história universal de amor de um pai por um filho", disse Nuno Lopes em entrevista à agência Lusa quando o filme se estreou nos cinemas.

Em declarações à agência Lusa, Marco Martins explicou na altura que quis fazer "um documentário mascarado de ficção", a partir de muita pesquisa sobre pugilismo, clubes de boxe e sobre os efeitos da crise económica no país.

A 90ª cerimónia dos Óscares será a 4 de março de 2018 e a 32ª edição dos Prémios Goya está prevista para 3 de fevereiro.

Comentários