Artigo

Scarlett Johansson vai receber César honorário

A atriz americana Scarlett Johansson receberá um prémio honorário durante a 39ª cerimónia dos César, o equivalente francês ao Óscar, anunciou Alain Terzian, presidente da Academia Francesa de Artes e Técnicas do Cinema.

Scarlett Johansson estreou-se no cinema aos nove anos em «North - O Puto Maravilha» e deu nas vistas pela primeira vez aos 14, ao lado e às ordens de Robert Redford em «O Encantador de Cavalos». Desde então, a atriz não parou de brilhar, dirigida por nomes como Brian De Palma, os irmãos Coen e Christopher Nolan.

O sucesso mundial de «Lost in Translation - O Amor é um Lugar Estranho», de Sofia Coppola, em 2003, despertou o mundo para seu talento imediatamente antes de se tornar a musa de Woody Allen. Do realizador nova-iorquino, Scarlett já apareceu em «Match Point», «Scoop» e «Vicky Cristina Barcelona».

A estrela americana foi recentemente criticada por ter aparecido na publicidade da SodaStream, uma empresa israelita cuja principal fábrica está instalada no território palestiniano ocupado. A atriz, que era embaixadora mundial da ONG humanitária britânica Oxfam, decidiu renunciar à função depois da organização ter considerado «incompatível» o seu papel humanitário com o facto de ser imagem da SodaStream.

Scarlett Johansson, 29 anos, noiva do francês Romain Dauriac, receberá seu troféu honorário no próximo dia 28 de fevereiro, durante a cerimônia organizada no Teatro do Châtelet, em Paris.

Comentários