Artigo

«Tabu» e «Florbela» entre nomeados para Melhor Filme dos Prémios Sophia 2013

As longas-metragens "Tabu", "Florbela", "As Linhas de Wellington" e "Operação Outono" estão nomeadas pela Academia Portuguesa de Cinema para Melhor Filme dos Prémios Sophia 2013, anunciou a organização, em Lisboa, na terça-feira.

A lista completa de nomeados nas 21 categorias dos prémios foi apresentada no Teatro São Carlos, pelo presidente da Academia Potuguesa de Cinema, o produtor Paulo Trancoso, e dois membros desta organização, Inês de Medeiros e Fernando Luís.

Os vencedores dos prémios batizados com o nome da poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen, que distinguem, pelos seus próprios pares, os profissionais do cinema nacional, vão ser anunciados a 6 de outubro, em Lisboa.

Nesta segunda edição anual dos galardões lançados em 2012, tinham já sido anunciados os Prémios Sophia 2013, na categoria Carreira, para a atriz Laura Soveral, o diretor de fotografia Acácio de Almeida e o distribuidor cinematográfico José Manuel Castello Lopes.

O Prémio Mérito e Excelência será entregue ao realizador e membro da Academia Portuguesa de Cinema, Manoel de Oliveira.

Os prémios, relativos a obras estreadas no ano anterior, não têm valor monetário associado, visam distinguir os profissionais do cinema nacional pelos próprios pares, neste caso, a Academia, composta por mais de uma centena de membros, desde realizadores, atores e diretores de fotografia.

A lista completa de nomeados para os Prémios Sophia 2013 é a seguinte:

Melhor Filme:

"Florbela", de Vicente Alves do Ó.

"Tabu", de Miguel Gomes.

"As Linhas de Wellington", de Valeria Sarmiento.

"Operação Outono", de Bruno de Almeida.


Melhor Ator Principal:

Carlos Santos, "Operação Outono".

Albano Jerónimo, "Florbela".

Vitor Norte, A"ristides Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus".

Ivo Canelas, "Florbela".


Melhor Atriz Principal:

Dalila Carmo, "Florbela".

Laura Soveral, "Tabu".

Teresa Madruga, "Tabu".

Rita Durão, "A Vingança de Uma Mulher".


Melhor Ator Secundário:

António Fonseca, "Florbela".

Adriano Luz, "Operação Outono".

Nuno Melo, "A Estrada de Palha".

Carlos Paulo, "Aristides Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus".

Albano Jerónimo, "As Linhas de Wellington".

João Reis, "Em Câmara Lenta".

Luís Miguel Cintra, "O Gebo e a Sombra".


Melhor Atriz Secundária:

Anabela Teixeira, "Florbela".

Maria João Bastos, "A Moral Conjugal".

Elisa Lisboa, "A Teia de Gelo".

Maria João Luís, "Em Câmara Lenta".

Carla Chambel, "Operação Outono".


Melhor Argumento Original:

Vicente Alves do Ó, "Florbela".

Pedro Lopes, "Assim Assim".

Rodrigo Areais, "A Estrada de Palha".

Margarida Gil e Maria Velho da Costa, "Paixão".

Carlos Saboga, "As Linhas de Wellington".


Melhor Argumento Adaptado:

Bruno de Almeida, Frederico Delgado Rosa e John Frey, "Operação Outono".

Rui Cardoso Martins, "Em Câmara Lenta".

Júlia Bûisel, "O Gebo e a Sombra".

António Torrado e João Nunes, "Aristides Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus".


Melhor Realizador:


Miguel Gomes, "Tabu".

Vicente Alves do Ó, "Florbela".

Bruno de Almeida, "Operação Outono".

Rodrigo Areais, "A Estrada de Palha".

Francisco Manso e João Correa, "Aristides Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus".

Melhor Fotografia:

Luís Branquinho, "Florbela".

Rui Poças, "Tabu".

André Szankowski, "As Linhas de Wellington".

Acácio de Almeida, "Paixão".


Melhor Direção Artística:

Sílvia Grabowski, "Florbela".

Isabel Branco, "As Linhas de Wellington".

Zé Branco, "Operação Outono".

Fernanda Morais, "Aristides Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus".


Melhor Som:

Jaime Barros, Tiago Matos e Elsa Ferreira, "Florbela".

Ricardo Leal, António Lopes, José Moreira e Miguel Martins, "As Linhas de Wellington".

Joaquim Pinto, Nuno Leonel e Vasco Pimentel, "A Vingança de Uma Mulher".

Quintino Bastos e Vasco Carvalho, "A Moral Conjugal".

Ricardo Leal e Miguel Martins, "Operação Outono".

Vasco Pimentel, Miguel Martins e António Lopes, "Tabu".


Melhor Guarda-Roupa:

Sílvia Grabowski, "Florbela".

Tânia Franco, "As Linhas de Wellington".

Lucha D'Orey, "Operação Outono".

Susana Abreu, "A Estrada de Palha".


Melhor Caracterização:

Íris Peleira, "As Linhas de Wellington".

Abigail Machado e Mário Leal, "Florbela".

Aracelli Fuente Basconcillos e Donna Meirelles, "Tabu".

Sandra Pinto e Ana Ferreira, "Aristides Sousa Mendes - o Cônsul Bordéus".


Melhor Montagem:

João Braz, "Florbela".

Telmo Churro e Miguel Gomes, "Tabu".

Tomás Baltazar, "A Estrada de Palha".

Roberto Perpignani, "Operação Outono".


Melhor Música:

The Legendary Tigerman e Rita Redshoes, "A Estrada de Palha".

Guga Bernado, "Florbela".

Joana Sá, "Tabu".

Dead Combo, "Operação Outono".


Melhor Filme Documentário em formato de longa-metragem:

"Linha Vermelha", José Filipe Costa.

"É na Terra não é na Lua", Gonçalo Tocha.

"Kolé San Jon é Festa di Kau Berdi", Rui Simões.

"Carta de Angola", Dulce Fernandes.


Melhor Curta-Metragem de Ficção:

"Luz da Manhã", Cláudia Varejão.

"Cerro Negro", João Salaviza.

"O dia mais feliz da tua vida", Adriano Luz.

"O Facínora", Paulo Abreu.


Melhor Curta-Metragem de Animação:

"Kali, o pequeno vampiro", Regina Pessoa.

"Sem querer", João Fazenda.

"Lágrimas de um palhaço", Cláudio Sá.

"Do céu e da terra", Isabel Aboim Inglez.


Melhor Curta-Metragem em Formato de Documentário:


"Raúl Brandão Era Um Grande Escritor", João Canijo.

"A Rua da Estrada", Graça Castanheira.

"A Comunidade", Salomé Lamas.

"A Luz da Terra Antiga", Luís Oliveira Santos.

Comentários