Artigo

Tom Cruise vence primeira batalha de "Missão Impossível 6": o salário

A preparação do sexto filme fora suspensa por causa de uma disputa salarial com o estúdio.

O próximo "Missão Impossível" começa já com Tom Cruise a ganhar.

Em agosto, a pré-produção do sexto filme foi suspensa por causa de uma disputa salarial que envolveu a estrela e ainda as produtoras Bad Robot e Skydance, em que o estúdio queria reduzir o acordo financeiro.

Cruise estava em Londres a filmar a nova versão de "A Múmia" e, de acordo com várias fontes, a ganhar mais do que o que lhe estavam dispostos a pagar para voltar a ser o agente Ethan Hunt.

Com o desacordo, a Paramount colocou fim à fase de pré-produção necessária para que a rodagem de "Missão Impossível 6" começasse em janeiro, com argumento e realização de Christopher McQuarrie. A estreia nas salas estava prevista para o início de 2018.

As duas partes chegaram agora a acordo, a tempo de ainda ser possível concretizar o planeamento que estava previsto.

Com este desfecho, Tom Cruise mantém intacto o seu estatuto como estrela, conseguindo um acordo já invulgar em Hollywood, mas para o estúdio o resultado também é importante pois está em sexto lugar nas receitas de bilheteira deste ano, com 7,3% do mercado. Uma das razões é “Ben-Hur”, um dos maiores fracassos da história recente do cinema.

Já os cinco filmes "Missão Impossível" acumularam 2,8 mil milhões de dólares.

Comentários