Artigo

Tragédia racista na Carolina do Sul acaba com famoso carro de «Os Três Duques»

Hollywood vai deixar de produzir o célebre General Lee 1969 Dodge Charger por causa do ataque na igreja que vitimou nove pessoas.

O estúdio Warner Bros vai acabar com a produção das réplicas e modelos do carro General Lee da popular série «Os Três Duques», exibida entre 1979 e 85, que também teve uma versão cinematográfica em 2005 com Johnny Knoxville e Seann William Scott.

O carro 1969 Dodge Charger com a bandeira confederada no tejadilho era a grande estrela do programa.

No entanto, a bandeira está agora a ser mais associada ao passado esclavagista e racista dos EUA, uma vez que estava claramente visível em fotografias de Dylann Storm Roof, o único suspeito do ataque a uma igreja em Charleston, na Carolina do Sul, na semana passada que vitimou nove pessoas.

Empresas como a Nascar, Boeing, BMW e Michelin também se distanciaram dessa imagem, que também será removida das matrículas dos estados da Virginia e Carolina do Norte.

A Walmart, eBay, Amazon e Google, anunciaram igualmente que vão deixar de disponibilizar produtos, ironicamente num momento em que foi conhecido que as vendas de alguns aumentaram 5000% por estes dias.

Também a tensão nos estados do Sul tem aumentado, com várias pressões políticas e sociais para remover a bandeira de edifícios públicos, enquanto outros defendem a sua manutenção com base na liberdade de expressão e por ser um símbolo de coragem e não de ódio.

Comentários