Artigo

Último filme de Orson Welles vai finalmente estrear em 2015

«The Other Side of the Wind» permanece por acabar há décadas, mas finalmente pode chegar às salas de cinema a tempo de celebrar os 100 anos do nascimento do cineasta.

Orson Welles tem uma razoável quota de filmes que ficaram por acabar. Agora, um deles, o mítico «The Other Side of the Wind», o seu projeto final, poderá ser exibido a 6 de maio de 2015, no que seria o centésimo aniversário do realizador.

O filme, que contava a história de um realizador que tenta acabar uma obra-prima ou seja, «arte a imitar a vida e a vida a imitar a arte», como já foi descrito, foi rodado entre 1969 e 1976 financiado em parte pelo investimento do cunhado do xá do Irão e era protagonizado pelos realizadores John Huston e Peter Bogdanovich, mas também por Dennis Hopper, Claude Chabrol, Mercedes McCambridge, Susan Strasberg e Lilli Palmer.

Durante décadas, o filme esteve mergulhado num imbróglio entre os vários detentores dos direitos, nomeadamente Beatrice Welles, filha do realizador, Oja Kodar, companheira de Welles e co-argumentista do filme, e a produtora do referido financiador, numa saga marcada por «disputas legais, egos em choque, deslocações das cópias de trabalho do filme e até, no último verão, o breve desaparecimento e recuperação das bobines quando uma empresa de armazenamento entrou em bancarrota», de acordo com a descrição do jornal New York Times.

A produtora Royal Road Entertainment anunciou que chegou a acordo com todas as partes envolvidas para a compra dos direitos. Depois de prometer a Welles tudo fazer para terminar o filme, Bogdanovich será um elemento essencial nesse processo, em que se vai recorrer às notas do realizador, que ainda deixou 45 minutos montados, num processo que demorará menos tempo graças às tecnologias atualmente disponíveis.

Outro título inacabado de Welles, «Too Much Johnson», de 1938, está agora disponível «on line», de forma gratuita.

Comentários